terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Uma Jornada pelo Item Maravilhoso [Capítulo #17]

A chamada oficial.

[capítulo anterior: aqui]

Todos olharam com grande estranheza para a Bynha, logo após a mesma ter dito que o ilustre visitante conhecido como "Ele" havia chegado ao escritório do Dighin. Mas ela havia dito tal coisa tão na inocência que a Lady A respirou fundo, olhou com tranquilidade para a sua amiga e disse aquilo que ela precisava ouvir naquele momento.

- Bynha, te respeito muito. Você é minha amiga. Te admiro demais. Mas deixe de loucuras e aprenda a pensar antes de falar , por favor! - esbravejou a Lady A
- Whooooaaaaa!!!! - respondeu a Bynha

Após o susto repentino, o ilustre convidado direcionou as suas atenções para o Dighin. A expressão facial de "Ele" não era das mais confiáveis. Ele estava nervoso. Por sua vez, o dono daquele escritório não se encontrava muito distante disto e também já se preparava dentro de suas possibilidades.

- Então... Não há mais como adiar a disputa? - disse Dighin para "Ele"
- Não, não tem como. - respondeu-lhe o ilustre o convidado
- Por que agora? Qual o real motivo disto?
- Um tal de Pigmorim apareceu em nossa sede e falou de uma tal de Erica que se encontrava aqui e que ela estaria sob seus cuidados... Parece que ele não mentiu...
- Hum... Sei, sei... A Erica está ali, ao lado da Lady A e da Bynha.

Após ter apontado para a heroína de outro mundo, o Dighin olhou para ela com grande seriedade. A própria Erica ficou estática, sem ação, não sabendo o que fazer apropriadamente. Com isso, "Ele" começou a se aproximar da garota.

Entretanto, "Ele" não contava com a aproximação da Lady A que de alguma forma estava pressentindo um grande perigo vindo do ilustre convidado. Ela interveio com força e muito vigor.

- Para trás! - a Lady A, com seu kimono multi colorido, entrou em modo de combate e prosseguiu com a sua fala - Não se aproxime da Erica, seu troglodita!
- Eu? Um troglodita? Não... Eu sou quase um deus! - lhe respondeu "Ele"
- Ora essa, quanta auto-confiança, não? Me desculpe então senhor deus, mas eu não fazia ideia que tu viria até aqui para conversar com a plebe.
- E não vim para conversar com a plebe. Só quero acertar minhas contas com o Dighin. E será na frente desta tal de Erica.
- O quê? Como ousa seu infame!!! - a Lady A, nervosa, começou a concentrar o seu poder que era possível de sentir por uma aura que envolvia seu corpo - Vou repetir: não ouse chegar perto da Erica!!!!
- Quer me enfrentar? Interessante. Mostre-me a valia de uma guerreira com o kimono de várias cores e uma bola de cristal sem wi-fi! Agora!!!!
- Você pediu e você terá!!!!!

Nisto, "Ele" e Lady A ficaram parados frente a frente. A Erica não se movia, nem nada falava. O Dighin agia de igual forma, muito embora ele não concordasse com o que estava vendo. Muito menos com o que iria ocorrer.

- Tome... Cuidado... - disse a Erica para a Lady A
- ... - sorriu a Lady A para a Erica

O alento da Erica tinha razão de ser. Na frente da Lady A estava um homem muito grande, que emanava um poder avassalador vindo de seu corpo. Seu óculos brilhava a cada respiração ofegante e era possível ouvir os músculos de "Ele" se contorcendo com muita ferocidade. 

A Lady A presumiu ter energizado poder o suficiente à partir de sua bola de cristal (modelo sem wi-fi) para o seu corpo e, com isso, resolveu partir para o ataque.

- Yaaaaaaaayyyyyy! - gritou a Lady A ao se aproximar um pouco de seu adversário.

Com um singelo gesto de sua mão direita, uma grande massa de fogo ali surgiu. Ela concentrou uma quantidade muito maior do que a usada na última ocasião, quando do ataque surpresa da Bethin e da Nanozaki.

O escritório de Dighin se envolveu pela cor vermelha (com leves detalhes em amarelo). A Lady A olhou com fúria para "Ele", que não movia um músculo sequer. O pior de tudo é que nem era sinal de desprezo a ação do ilustre convidado para/com a guerreira, mas sim uma amostra visual de que ela (na visão dele) não tinha como derrotá-lo.

[kiiitttaaaaaa!!!!!]

Após tal chamada, a Lady A lançou o seu incrível poder com tudo em "Ele". A rajada de força foi grande o bastante para assustar à todos naquele escritório.

- Ueeeeeebbbbbbaaaaa!!! - gritou maravilhada a Bynha, ao ver tal rajada de poder
- O que é isso? - perguntou surpresa a Erica
- (meu escritório não...) - lamentava em seus pensamentos o Dighin

A Lady A continuava em sua posição de ataque e mandando a grande rajada de poder na direção de "Ele", que não se moveu um centímetro e recebeu frontalmente tal energia de sua adversária.

- Há! (puf! puf!) Já chega, não? - e a Lady A fechou a mão, após ter dito isto para "Ele"

Eis que "Ele", com muita fumaça em seu corpo por causa de tal ataque, olhou fixadamente para a Lady A. Após isso ele abriu os braços e, com um breve movimento, tirou a fumaça de seu corpo, fato este que espantou à todos naquele escritório.

- O quê? - disse espantada e exausta a Lady A

Dighin olhou com negação para "Ele". Aparentemente, o ilustre convidado sabia o que teria de fazer naquele momento. E o fez, com toda a oportunidade que foi concedida graças à sua oponente.

- Lady A... Você não é fraca... Mas lhe direi apenas agora: para mim, seu ataque não representou quase que nenhum perigo!
- O quê??? - a Lady A disse isto e foi interrompida por um soco

Mas não se tratou de um soco qualquer. O golpe dado por "Ele" foi a uma relativa distância. O que atingiu em cheio a Lady A foi o vento propiciado pelo movimento do ilustre convidado. Graças a isso, a Lady A foi jogada com muita brutalidade contra a parede, fazendo com que ela se remoesse totalmente, com uma expressão facial de grande dor.

- Lady A!!!!! - gritou com muita intensidade a Erica

Todos ficaram olhando para aquela cena. A Lady A desacordada no chão. "Ele" se mover de onde estava. Dighin analisando tudo ao longe. E a Erica chorando e lamentando com sua amiga no colo.

A Erica olhou com muita fúria e lágrimas para "Ele".

- Por quê você fez isto? Seu monstro! - gritou com intensidade a Erica, dirigindo sua raiva para "Ele"

[...continua...]

~ próximo capítulo 31/01/2013 ~


- NETOIN! Mais! -


Um pouco sobre o autor do NETOIN! Mais!
Carlírio Neto
Carlírio Neto, uma pessoa que aprecia as coisas mais simples que a vida pode oferecer. Gosta das culturas japonesa, brasileira e latino-americana. Aprecia passeios e uma boa leitura. Gosta de lançar seus contos e histórias para o mundo ver e, quem saber, poder algo delas publicar algum dia. Prazer em conhecê-lo, nobre visitante.

0 opinião ( ões ) à respeito:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião sobre este texto.
Com isto, o [NETOIN! Mais!] poderá crescer e se desenvolver ainda mais.

Muito agradecido!

NETOIN! Mais!



O blog está presente desde 27 de fevereiro de 2008.

E esta é a quinta alteração de template dele, datada de
18 de outubro de 2013.

(a última foi em 16 de dezembro de 2012)

- Grato pela visita -



Blog sobre assuntos diversos - Favor não copiar os textos do blog sem antes entrar em contato com o dono do mesmo.
NETOIN! Mais! 2008-2014