terça-feira, 24 de dezembro de 2013

O Natal de uma estranha turma...

A chamada de imenso valor...

A Erica estava contando para o pessoal daquele casebre sobre uma data muito especial que existe em seu mundo. Um dia no qual as pessoas corriam para dar presentes aquelas que gostavam, para se vestir de vermelho e comer muitas coisas gostosas. 

Inclusive, a Erica aproveitou para contar que havia ganhado de presente um livro muito bacana em  tal oportunidade no passado. E que foi tal livro que fez ela gostar cada vez mais de ler e de interagir com todos à sua volta.

A moça contou, ainda, que a comida era farta e que todo mundo na casa dela comia até não querer mais. De frutas à assados, passando pelos panetones, chocotones e doces. Na hora de distribuir os presentes havia muita correria, risada e descontração.

- Aaaaaaaahhhh...  Parece com uma data que comemoramos aqui, Erica! - questionou com felicidade nos olhos a Bynha.
- Que data seria esta, Bynha? - a Erica perguntou de maneira eufórica
- Ora... Meu aniversário!
- O quê?
- No meu aniversário todo mundo come muito! Ganho muitos presentes! Falamos muitas besteiras! Azalma nos perseguem e... [ouch!]

A Bynha foi interrompida por um leve tapa na sua cabeça, com a parte serrada da mão.

- Sem essa, Bynha... - disse a Lady A
- Doeu... - reclamou a Bynha
- Mas era para doer! Você interrompeu a Erica em um momento importante...
- S-siup...

A Erica olhou atônita para a cena protagonizada por suas amigas, mas dado o período no qual ela ali estava então a moça já tinha se acostumado muito bem com tudo aquilo. Este não foi um ato que impedisse a Erica de falar um pouco mais sobre as festividades de seu mundo.

- Gente, neste dia em meu mundo todos dizem propagar a paz, a alegria e o amor.
- Como seria isto, Erica? - questionou à ela o Pigmiorim
- Assim... As pessoas falam e fazem coisas legais. O amor brilha no olhar. As feições boas, os corações puros e abençoados... Ai, ai...
- Qual é o nome deste dia, Erica? - perguntou-lhe a Lady A
- É Natal, gente.

Quando o nome Natal foi dito, a Bynha se pôs a chorar demais. Ninguém havia esperado por uma reação assim da pequena sábia daquele lugar.

- Buuuááááááá!!!
- O que foi, Bynha? - perguntou preocupada a Erica
- É que... [snif] É que... [ sinf]
- Diga, criatura! - pressionou a Lady A
- Sabe... É que... [snif]
- Fale logo, Bynha! - se enervou o Pigmorim

E a Bynha respondeu...

- É que o nome Natal me lembra Natalino, Natalino me lembra Nateron, Nateron me lembra Nateri, Nateri me lembra Ninini... 
- Eeeeee? - perguntaram ao mesmo tempo Erica, Pigmorim e Lady A
- Ninini me lembra Nyny, que é o nome do meu passarinho que morreu hoje de manhã... Buáááááá!!!

E Erica, Pigmorim e Lady A desmaiaram com tudo.

- Ei... Gente... Vocês estão bem? - perguntou a Bynha

Feliz Natal!

~ próximo capítulo corrente em 07/01/2014 ~

- NETOIN! Mais! -


Um pouco sobre o autor do NETOIN! Mais!
Carlírio Neto
Carlírio Neto, uma pessoa que aprecia as coisas mais simples que a vida pode oferecer. Gosta das culturas japonesa, brasileira e latino-americana. Aprecia passeios e uma boa leitura. Gosta de lançar seus contos e histórias para o mundo ver e, quem saber, poder algo delas publicar algum dia. Prazer em conhecê-lo, nobre visitante.

0 opinião ( ões ) à respeito:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião sobre este texto.
Com isto, o [NETOIN! Mais!] poderá crescer e se desenvolver ainda mais.

Muito agradecido!

NETOIN! Mais!



O blog está presente desde 27 de fevereiro de 2008.

E esta é a quinta alteração de template dele, datada de
18 de outubro de 2013.

(a última foi em 16 de dezembro de 2012)

- Grato pela visita -



Blog sobre assuntos diversos - Favor não copiar os textos do blog sem antes entrar em contato com o dono do mesmo.
NETOIN! Mais! 2008-2014